segunda-feira, 31 de março de 2014

6º Salão Medplan de Humor

O 6º Salão Medplan de Humor é aberto a todos os artistas gráficos, nas modalidades charge e/ ou cartum. A abertura do salão será dia 22 de junho, com a divulgação dos vencedores. Cada artista poderá se inscrever com o máximo de 3 (três) trabalhos inéditos no formato 30X40 cm e utilizando qualquer técnica. No verso de cada desenho, ou no e-mail, deverá constar o nome completo do autor, endereço, e-mail, telefone, número de identidade, CPF e de conta bancária. O artista poderá participar enviando seus trabalhos através do site www.medplan.com.br, (com tamanho máximo de 3 megabytes) ou mandando os originais para:
6º Salão Medplan de Humor
Rua Coelho Rodrigues, 1921 – Centro
CEP: 64000-080
Teresina – PImedplan-2014
As inscrições continuam até 20 de maio de 2014.
O tema do 6º Salão Medplan de Humor será ELEIÇÕES.
PREMIAÇÃO
Primeiro lugar: R$ 5.000,00 (cinco mil reais)
Segundo lugar: R$ 3.000,00 (três mil reais).
Prêmio Internet: R$ 2.000,00 (dois mil reais).
O Prêmio Internet será escolhido pelos internautas, de 9 a 13 de junho, no site: http://www.medplan.com.br
As melhores obras farão parte da exposição itinerante do 6º Salão Medplan de Humor. Os trabalhos premiados serão considerados aquisitivos e passarão a fazer parte do acervo do Medplan. As obras não serão devolvidas.
Não poderão participar desse salão funcionários do Medplan, parentes destes e quem estiver envolvido em sua organização.
A simples inscrição configura automática concordância do participante
Outras informações: http://www.medplan.com.br/salao-de-humor
[Retirado do Site ZINEBRASIL, veja a versão orignal aqui: http://zinebrasil.wordpress.com/2014/03/31/6-salao-medplan-de-humor-2014/] 

sábado, 22 de março de 2014

KULTURFORUM do CCBA com Karen Packebusch

ESPERANÇAS em debate no CCBA

Na próxima segunda (24/03), as 19h, será o KULTURFORUM do CCBA com a artista plastica alemã Karen Packebusch (Dresden/Alemanha). O tema do encontro será CAÇANDO ESPERANÇAS (NO RECIFE).

Em residência artística no Recife, artista fala da sua pesquisa atual que registra (mesmo sem saber português) momentos e pessoas do Recife, através de desenhos e conversas.


kulturforum_marco_2014.jpg




newsletter_18.gif
www.png end.png


HQs brasileiras

Esta criação realmente reuniu bastantes expoentes clássicos e contemporâneos...
(retirado do blog: http://www.umsabadoqualquer.com/)


sexta-feira, 21 de março de 2014

II Congresso Internacional da Faculdades EST

de 08 a 12 de setembro de 2014
Faculdades EST, São Leopoldo, RS.

Sob o tema amplo “Religião, mídia e cultura”, o II Congresso Internacional da Faculdades EST pretende refletir a partir das diferentes áreas do conhecimento e, em especial da Teologia, sobre o papel da religião na cultura, assim como sobre o papel da cultura na religião, a partir do contexto latino-americano e brasileiro, nossos dramas e nossas paixões. Em especial, queremos olhar esta relação a partir do chamado fenômeno da midiatização da cultura, entendendo a mídia, mais do que mero meio, como mensagem (McLuhan), simulacro e simulação (Baudrillard) do que pressupomos ser a realidade. Em que medida a cultura e a mídia são hoje também uma expressão religiosa? Em que medida a mídia influencia o campo religioso e as suas tradições? O que está embutido nestas relações todas?
Envio de resumos até 30 de maio.

ST 02: II FNPAS: Arte sequencial, cultura pop e religiosidades 

Coordenação: Prof. Dr. Iuri Andréas Reblin (EST); Prof. Me. Amaro Xavier Braga Jr. (UFAL); Prof. Me. Thiago Monteiro Bernardo (UFRJ)

Descrição: Promovido pela Associação de Pesquisadores em Arte Sequencial (ASPAS) em parceria com o Grupo de Pesquisa Interdisciplinar em Arte Sequencial, o II Fórum Nacional de Pesquisadores em Arte Sequencial (FNPAS) abordará, dentro do âmbito do Congresso Internacional da Faculdades EST o tema “Arte Sequencial, Cultura Pop e Religiosidades”. A proposta deste Simpósio Temático é pensar as influências, confluências e afluências atinentes à relação entre arte sequencial, cultura pop e religiosidades, enfocando hermenêuticas, análises críticas e propostas didáticas voltadas ao ensino numa abordagem interdisciplinar dentro do espectro das ciências humanas e das ciências sociais aplicadas. A questão que permeia o debate busca compreender como as religiosidades se relacionam com a arte sequencial e a cultura pop em geral na perspectiva da representatividade, dentro da dinâmica da narratividade como um todo (isto é, abrangendo o enredo, o roteiro, o script, bem como toda apresentação técnica correlacionada), isto é, como a arte sequencial, nas diferentes mídias (quadrinhos, cinema, animações, etc.), conta e apresenta histórias com temas religiosos e como ela apresenta histórias que expressam as
religiosidades do cotidiano, de seus autores, explícita ou implicitamente, intencional ou não intencionalmente, considerando igualmente as dimensões de arte, de mercado. Diante disso, este simpósio
temático recebe artigos relacionados aos temas do diálogo entre arte sequencial, cultura pop e religiosidades, a estudos sobre a representação das religiosidades na arte sequencial, nos quadrinhos, nas produções audiovisuais, a propostas didáticas sobre arte sequencial para a Educação Básica sob o tema das religiosidades, entre outros.

Eixos temáticos para o recebimento de comunicações:
Arte Sequencial e Religiosidades – Filmes, animações, quadrinhos: análise crítica e interdisciplinaridade –
Cultura pop e hermenêutica e narratividade


Circular do II Congresso Internacional da Faculdades EST
Circular do II Congresso Internacional da Faculdades EST
Circular apresentando todas as principais informações para participação no II Congresso Internacional da Faculdades EST, que terá como tema "Religião, Mídia e Cultura", a ser realizado entre os dias 8 a 12 de setembro de 2014
maiores informações: www.est.edu.br/eventos

Quadrinhos e ateísmo: resultado do concurso




sexta-feira, 14 de março de 2014

PROFESSORES DO ICS REALIZAM LANÇAMENTO COLETIVO NA UFAL.



Na próxima quarta-feira, 19 de março, às 10h30, no auditório do Centro de Interesse Comunitário da UFAL (por detrás da praça de convivência), haverá o primeiro lançamento de novos títulos da EDUFAL em 2014.
Serão ao todo oito livros sendo dois relançamentos e três coletâneas. O destaque fica para os professores do Instituto de Ciências Sociais, (representando os três setores de Sociologia, Antropologia e Ciência Política) envolvidos na publicação de quatro dos livros.

A Prof.ª Ruth Vasconcelos, do setor de Sociologia, relança “O Poder e a Cultura da Violência em Alagoas”, fruto de sua tese de doutorado, cuja primeira edição foi publicada em 2005.


“A publicação do livro ‘O poder e a Cultura de Violência em Alagoas’, de Ruth Vasconcelos Lopes Ferreira, aparece como uma iniciativa muito oportuna nesse momento em que o tema da violência e seu corolário, a corrupção, passam a ocupar permanentemente, e com grande destaque, as manchetes dos jornais. Antes vista como questão de polícia a ser resolvida pelo aparelho repressor estatal, a violência demonstra ter uma natureza muito mais complexa, exigindo uma compreensão que destaque não apenas o lado policial do fenômeno, mas, sobretudo, a relação de violência com as condições de existência d a cidadania e da democracia.” Revela o Prof. Henrique Martins, professor da UFPE, que assina a orelha da edição.



A Prof.ª Luciana Santana, do setor de Ciência Política, em parceria com a Prof.ª Deise Francisco (CEDU), organizam a coletânea intitulada “Problematizações Éticas em Pesquisa”. A coletânea surgiu da experiência no Comitê de Ética em Pesquisa da UFAL, coordenado pelas duas professoras.


Outra coletânea presente no lançamento foi organizada pelo Prof. Amaro Braga do setor de Sociologia, intitulada “Questões de Sexualidade nas Histórias em Quadrinhos”. O material reúne, de maneira inédita no Brasil, os trabalhos de treze pesquisadores do Brasil e Portugal sobre o tema polêmico: como as Histórias em Quadrinhos se relacionam com a questão da identidade sexual.  


“As histórias em quadrinho como um novo e instigante universo de investigação para as questões relativas ao gênero e à sexualidade é o que nos apresenta o livro organizado por Amaro Braga.  Nos artigos, expressões atípicas de masculinidade e feminilidade são justapostas às convenções corporais supernormativas; a cristalização de identidades marcadamente homo é relativizada a partir de possibilidades diversas de erotização.  Isso sem falar na abordagem de temas como pornografia, pedofilia e todos os dilemas morais relativos às interações sexuais entre pessoas de diferentes gerações. O livro também faz uma proposta corajosa de diálogo entre pesquisadores de diferentes temas.” Enfatiza a Prof.ª Nádia Meinerz que assina a orelha do livro.


O evento conta ainda com a edição “O Duplo da Vida: Etnologia, Viagem, Escrita” do antropólogo francês Marc Augé. O livro, inédito no Brasil, foi traduzido pelos Professores Bruno Cavalcanti e Rachel Rocha do setor de Antropologia, juntamente com a Prof.ª Maria Stela Lameiras (FALE). Os professores Bruno Cavalcanti e  Rachel Rocha têm investido na tradução de diversos livros nos últimos anos, colaborando para o acesso aos estudos antropológicos de tradição francesa no Brasil.



 Maiores informações, consulte o site da  editora: http://www.edufal.com.br/ 


sexta-feira, 7 de março de 2014

MEC disponibiliza 62 títulos grátis da Coleção Educadores

MEC disponibiliza 62 títulos grátis da Coleção Educadores

Estão disponíveis no portal Domínio Público do Ministério da EducaçãoColeção Educadores, com 62 títulos. As obras são dirigidas aos professores da educação básica e às instituições de educação superior que atuam na formação de docentes, mas o acesso é livre no portal.

Paulo Freire, Anísio Teixeira, Jean Piaget e Antônio Gramsci, dentre outros, fazem parte da Coleção Educadores. Integram a coleção 31 autores brasileiros, 30 pensadores estrangeiros e um livro com os manifestos Pioneiros da Educação Nova, escrito em 1932, e dos Educadores, de 1959.

Confira as coleções e faça o download das obras no Portal Domínio Público