quarta-feira, 28 de março de 2012

Cultura Convida - Palestra Tânia Rivera e Paula Trope


 

 

DEBATE A PARTIR DA INFÂNCIA

PAULA TROPE | TANIA RIVERA

 

Paula Trope, da série Traslados (1997)

 

 

O Debate a Partir da Infância é parte do projeto Política da Arte, no qual ações expositivas e discursivas se articulam e produzem conhecimento novo. A partir da mostra Infância, uma artista e uma psicanalista vão debater algumas das muitas questões que os trabalhos exibidos sugerem e embutem. Venha participar dessa conversa com profissionais que, de modos distintos, são tocados pelos significados desse período da vida. E aproveite para ver ou rever a exposição!

 

Paula Trope é uma das artistas participantes de Infância. Seu trabalho esteve exposto nas bienais de Havana (1997), São Paulo (2006) e Veneza (2007), tendo realizado mostra individual na The American Society, Nova York (2007). Foi uma das vencedoras da primeira edição do Prêmio CNI SESI Marcantônio Vilaça (2004).

 

Tania Rivera é psicanalista e doutora em Psicologia pela Université Catholique de Louvain. É professora do Departamento de Arte da Universidade Federal Fluminense, onde desenvolve estudos sobre psicanálise e arte. É autora dos livros Arte e Psicanálise e Cinema, Imagem e Psicanálise, ambos editados pela editora Zahar.

 

A moderação do debate será feita por Moacir dos Anjos, Coordenador de Artes Visuais da Diretoria de Cultura da Fundação Joaquim Nabuco e curador da exposição Infância.

 

Reunindo trabalhos de Nan Goldin, Cao Guimarães e Paula Trope, Infância é uma exposição sobre um período em que várias possibilidades de vida concorrem entre si para se afirmar no futuro. Muitas das vidas ensaiadas quando se é criança são abandonadas, contudo, quando se cresce. Umas, por não se acomodarem à normatização de rumos que a vida supostamente madura requer. Outras, por circunstâncias de ordem econômica ou política. O fim da infância é marcado pela imposição de um tempo em que o futuro se acanha. Infância é uma exposição que fala de uma época e de um espaço simbólico em que a desregulação de corpos ainda vigora.

 

Debate a Partir da Infância

quinta-feira | 29 de março | 19h

Fundação Joaquim Nabuco

Sala Aloísio Magalhães

Entrada gratuita

 

Exposição Infância

terça a domingo | até 19 de maio | 15h às 20h

Fundação Joaquim Nabuco

Galeria Vicente do Rego Monteiro

 

Fundação Joaquim Nabuco | Diretoria de Cultura

Rua Henrique Dias, 609

Recife-PE | 52.010-100

 

Informações: 81 30736692 30736691 | e-mail: artes@fundaj.gov.br       

 


quarta-feira, 7 de março de 2012

Programa alemão oferece bolsas para pesquisadores em História

Programa alemão oferece bolsas para pesquisadores em História

A Fundação Gerda Henkel, da Alemanha, e a Comissão Europeia convidam pesquisadores do mundo inteiro a participar do programa M4HUMAN. A segunda fase do programa oferece 60 bolsas para pesquisadores experientes na área de História da humanidade. A primeira fase contou com 40 pesquisadores de 17 países. O programa é cofinanciado pela União Europeia e pela Comissão Europeia.

As inscrições estão abertas até 15 de junho, preferencialmente para pesquisadores com estudos nas áreas de História, Pré-História e História Antiga, Arqueologia, História da Arte, Estudos Islâmicos, História da Lei e História da Ciência.

Os pesquisadores devem se encaixar em uma das seguintes categorias: ter cursado  um doutorado ou ter entre 4 e 10 anos de experiência em pesquisa; ou ter cursado pós-doutorado ou ter mais de 10 anos de experiência no campo das pesquisas.

A bolsa tem duração de 24 meses e engloba os seguintes benefícios: custo de moradia no país de destino (incluindo família), permissão de mobilidade e viagem, custo de pesquisa (incluindo treinamento) e custo de ida e retorno ao país de origem.

As inscrições serão avaliadas por um comitê da própria fundação. A avaliação é composta pelas análises da qualificação profissional do pesquisador e da qualidade acadêmica do projeto. O formulário de inscrição, os prazos de entrega das pesquisas e outras informações relevantes se encontram no site.

da ASCOM da UFPE.


quinta-feira, 1 de março de 2012

O MÊS DOS QUADRINHOS EM LEOPOLDINA

Março será o mês dos quadrinhos em Leopoldina. Teremos no dia 30 de março o III Seminário sobre Quadrinhos, Leitura e Ensino, organizado pela Gibiteca da Escola Municipal Judith Lintz Guedes Machado, no dia 31 de março, o I Fórum de Pesquisadores em Arte Sequencial.

Tirando algumas dúvidas sobre os dois eventos, é necessário esclarecer que o limite de inscrições para os dois eventos é de 250 pessoas, capacidade do auditório do CEFET, onde os dois eventos serão realizados.

O III Seminário sobre Quadrinhos, Leitura e Ensino (veja a programação clicando aqui) é destinado a professores da rede municipal de ensino e somente e o número de inscrições para profissionais da rede estadual e particular está condicionado ao número de inscrições dos professores municipais, que serão iniciadas no dia 05 de março e encerradas no dia 20 de março.

O I Fórum Nacional de Pesquisadores em Arte Sequencial está aberto a todos os profissionais, das mais diversas áreas, que poderão se inscrever em Grupos de Trabalho (GTs) para apresentarem e discutirem pesquisas em andamento e experiências de trabalho em Arte Sequencial (quadrinhos, cinema , animação, etc) ou poderão participar como ouvintes. 

As inscrições podem ser feitas diretamente no site do evento (clique aqui). Para ouvintes, as inscrições vão até o dia 30 de março, para apresentação de trabalhos, até 15 de março.
 
 
Aguardo vcs lá!
Prof. Natania Nogueira
I Fórum Nacional de Pesquisadores em Arte Sequencial
III Seminário sobre Quadrinhos, Leitura e Ensino